SPOOKEEP#4: A CAIXA DE DYBBUK

Foram muitos os objetos amaldiçoados encontrados durantes os anos, retratados em livros, filmes – Chucky, O Boneco Assassino, Anabelle, Fofão.. kkk brincadeira, ou não, né?

Mas o objeto que eu te trago hoje, minha querida keeper, é a Caixa de Dybbuk. Considerada por muitos o objeto MAS AMALDIÇOADO DE TODOS e que teve por vítima uma ilustre celebridade do mundo da música.

DYBBUK

Dybbuk ou Dibbuk, segundo o folclore judaico, é um espirito sem luz que vaga pela terra devido as suas ações cruéis em vida. Por ter uma carga muito negativa decorrente de seus pecados, esse espirito não é recebido em nenhum plano além terra e fica entre nós esperando ser invocado por alguém para que possa possuir um corpo humano e voltar a realizar suas maldades extremas contra os outros.

BLOODY WINE

A Caixa de Dybbuk nada mais é que uma caixa de vinho em que esse espirito foi trancafiado e se mantém lá até os dias atuais… assim esperamos!

A notoriedade dessa história começa com o dono de uma loja de antiguidades chamado Kevin Mannis. Buscando artigos para sua loja, Kevin, foi até um bazar de garagem – algo muito comum dos estadunidenses, porque americanos todos nós somos – lá, se deparou com um objeto curioso que chamou sua atenção, uma caixa de vinho antiga bonita e decorada com cachos de uva em suas portas. No momento da compra, foi advertido pela neta da proprietária do objeto que a tal caixa possuía, além do vinho, um Dybbuk e que jamais deveria ser aberta a pedidos de sua avó e que esse pedido deveria ser respeitado. Sem entender muito bem, Kevin comprou a caixa mesmo assim e foi embora.

Kevin Mannis | Reprodução

Mannis deixou a caixa em sua loja e partiu em uma viagem para resolver pendências e comprar mais objetos que revenderia. Jane, funcionária da loja, chegou para trabalhar normalmente como em qualquer outro dia, foi até o subsolo pegar alguns objetos para etiquetar e colocar à venda quando escutou um barulho estranho de vidro se quebrando e reparou que esse som veio da caixa de vinho. Além disso, as luzes começaram a falhar e um odor de podridão tomou conta do lugar. Como se isso já não bastasse para assustar Jane, objetos super pesados começaram a cair sem qualquer dificuldade.

Jane, então, correu para o andar da loja e ligou desesperada para Kevin que retornou à loja e encontrou sua funcionária sentada no chão atrás do balcão completamente traumatizada.

Essa foi a última vez que Kevin soube de Jane, pois ela nunca mais voltou para trabalhar e viajou para outro estado, tamanho medo que sentiu do episódio sombrio que presenciou.

ERA MELHOR TER DADO MEIAS

Kevin, aparentemente mão de vaca, ignorou totalmente o acontecido com Jane e também o aviso mais importante que recebeu em sua vida: não abrir a caixa. Mas ele foi lá e abriu mesmo assim, pensou que aquela caixa de vinho poderia ser restaurada e ser um presente incrível para a sua mãe. Coitada.

Ao abrir a caixa, se deparou com alguns itens estranhos: moedas, um castiçal, um copo de vinho de ouro, uma mecha de cabelo loiro e outra de cabelo preto, um botão de rosa seco e uma pedra de granito gravada com letras em hebraico.

Réplica de Caixa de Dybbuk | Reprodução

Kevin, então, restaurou a caixa e deu de presente para a sua mãe, Ida Mannis, aquele objeto estranho. Em questão de minutos após isso, dona Ida sofreu um derrame! Ficando com metade do corpo paralisado e passou muito tempo sem falar por causa disso.

Ida Mannis | Reprodução

A mãe de Kevin entendeu que o que aconteceu com ela foi devido ao presente de grego do filho e esclareceu que não gostou nada daquele mimo.

VASSOURADA DA BRUXA

Um dia Kevin acordou com marcas pelo corpo após um pesadelo. Ignorou o ocorrido e resolveu reunir a família naquele dia para uma confraternização. Num determinado momento, algum familiar comentou que teve um sonho terrível com uma bruxa que o agredia e outros parentes, assustados, afirmaram ter o mesmo sonho!

Nesse momento Kevin lembrou de seu pesadelo e “coincidentemente” também teve o mesmo sonho que os demais e percebeu que as marcas em seu corpo pareciam como se ele realmente tivesse levado uma surra, e levou mesmo, merecidamente eu diria…

VENDE-SE

Só assim o filho de dona Ida quis se desfazer da caixa amaldiçoada e resolver leiloá-la no Ebay e não omitiu os fatos ocorridos para o seu possível comprador, como uma forma de alertá-lo sobre os possíveis riscos que correria se comprasse aquele item. E não é que ele recebeu algumas propostas do anúncio?!

O segundo comprador, chamado Nietzke, adquiriu o objeto duvidoso por $140 doletas e levou de brinde um espírito para chamar de seu. Mas não por muito tempo.

O jovem em uma festa, querendo impressionar alguns contatinhos, contou para seus amigos que comprou um objeto amaldiçoado e abriu a caixa na frente da galera.

Dias após esse rolê, Nietzke desabafou em seu blog pessoal que começou a perceber coisas estranhas acontecendo em sua casa, incluindo odores estranhos, insetos e aparelhos eletrônicos pifando.

Resolver então, leiloar a caixa também pelo Ebay.

O terceiro comprador do item chama-se Jason Haxton e é Diretor do Museu de Medicina Osteopata em Kirksville, Missouri, EUA.

Jason Haxton manipulando réplica da Caixa de Dybbuk | Reprodução

Jason já conhecia a história da caixa amaldiçoada que acabou se espalhando pela internet na época e ficou muito feliz em adquirir o objeto por $280 doletas. Haxton comprou o objeto para poder analisar o porquê a caixa parecia causar tanto mal àqueles que se aproximavam dela.

Mesmo antes de receber a sua compra, Jason relata que se sentiu fadigado, um gosto metálico na boca e um mal estar constante. Durante as análises da caixa e itens em seu interior, Haxton as vezes sentia um odor forte de urina e também cheiro de flores.

Ele não foi o único afetado pela paranormalidade que a caixa carrega – como sabemos bem até aqui. Sua família também começou a sofrer com acontecimentos que foram vinculados a essa *quinquilharia amaldiçoada (*sos alerta grupo de risco).

O RETORNO DO MALDITO

Jason não queria mais a caixa, mas também não gostaria e ver outra pessoa sofrendo pela compra do bem. Decidiu tentar encontrar a primeira pessoa que colocou a caixa a venda no Ebay. Após algum tempo procurando conseguiu encontrar Kevin Mannis e entrou em contato explicando todos os acontecimentos ocorridos.

Jason e Mannis se encontraram e decidiram descobrir juntos o que de tão terrível estaria por trás dos inúmeros episódios assustadores que esse item aparentemente causava.

Lembra da venda de garagem em que a caixa foi adquirida em primeiro lugar? Pois bem, os dois curiosos foram até a residência da Sra. Havela, proprietária original de caixa amaldiçoada.

A neta dela contou que, na Polônia da década de 1930, os judeus estavam sendo dizimados pelas ruas do país devido a perseguição realizada pelos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Um grupo de mulheres resolveu fazer um ritual sobrenatural para falar com os mortos na tentativa de descobrir o que estava acontecendo. Nisso fizeram contato com um espírito maligno, que as enganou e após algumas sessões de encontro conseguiu convencer as mulheres a trazerem o espírito de volta ao plano terreno. Logo perceberam que essa não foi a melhor das ideias, já que o espírito se revelou maligno e começou a fazer mal a esse grupo de mulheres e as suas famílias.

No desespero, esse grupo de mulheres recorreu a um Rabino, que é o líder espiritual dos judeus e este realizou o ritual para aprisionar o espírito nocivo identificado como um Dybbuk. Nessa cerimônia uma caixa antiga de vinho foi utilizada para aprisionar a entidade maligna.

Após a 2ª Guerra Mundial, a Sr.ª Havela levou consigo a Caixa de Dybbuk e jamais se separou da peça por imaginar que caso se distanciasse do objeto algum mal pior poderia acontecer. Seu desejo era ser enterrada com a caixa, mas tal pedido vai contra preceitos da religião judaica.

Após a morte de sua avó, a neta da Sr.ª Havela decidiu realizar uma venda de garagem para se desfazer dos bens da sua falecida avó e acabou vendendo a Caixa de Dybbuk para Kevin Mannis.

E AGORA, JOSÉ?

Após saberem a verdade, a dupla dinâmica Jason e Mannis tinham a missão de selar a Caixa de Dybbuk corretamente dessa vez.

Buscaram incessantemente quem os poderia ajudar e encontraram a livreira judaica Rebecca Edery e os levou até seu pai, estudioso da cabala e descobriram que para dar fim aos assombrosos acontecimentos, era necessário um enterro formal da Caixa de Dybbuk com o auxilio de um grupo judaico de oração.

Contudo, as coisas só melhoram após Jason realizar um ritual de origem wicca e guardar a caixa em um baú dentro de uma arca folheada a ouro.

POST MALONE

O que o Rapper Post Malone pode ter haver com essa história?

Pois bem, ele também sofreu a maldição da Caixa de Dybbuk! Tudo aconteceu quando Zac Bagans convidou o rapper para conhecer o seu Hounted Museum – local onde a Caixa está atualmente. Uma cerveja aqui e outra ali, Zac decidiu retirar a proteção de vidro que envolvia o objeto amaldiçoado e tocou na Caixa sem qualquer proteção, ao ver a cena, Post toca no ombro de Zac, que parece estar passando mal, e os dois saem da sala com pressa. Nas imagens abaixo é possível observar o ocorrido:

Youtube | Reprodução

Algum tempo após esse episódio, que aconteceu em 2018, Post quase sofreu um acidente aéreo, no mês de agosto daquele ano, quando o trem de pouso de seu jatinho parou de funcionar e a aeronave foi obrigada a realizar um pouso de emergência.

No dia 7 de setembro de 2018 se envolveu em um acidente de carro e finalmente no dia 10 de setembro o rapper teve sua casa invadida por bandidos que na ocasião levaram dinheiro, joias e outros pertences de Post Malone. Sufoco, viu?

BASEADO EM FATOS REAIS

A história da Caixa de Dybbuk inspirou o filme “Possessão”, lançado em 2011. O filme conta a história de um ex casal Clyde (Jeffrey Dean Morgan) e Stephanie Brenek (Kyra Sedgwick) que se separam mas tentam manter uma boa relação por causa de suas duas filhas. Na mudança para a nova casa, Clyde é convencido por sua filha mais nova, Em (natasha Calis) a comprar novos itens para a nova residência e um desses itens é uma caixa misteriosa e após essa compra coisa estranhas começam a acontecer…

Confira abaixo o trailer dessa produção:

Youtube | Reprodução

Independente de se você acredita ou não em objetos assombrados, não da pra negar que essa história é pra lá de estranha, né?

Espero que tenham gostado e até o próximo SpooKeep!

Publicado por

Aquariana de 94, B da comunidade LGBTQIA+, advogada que escreve nas horas vagas e que adora uma conspiração. Aquela que ama filmes de terror, mas só os assisti ao sol do meio dia. Contra toda autoridad excepto mi mamá!

One thought on “SPOOKEEP#4: A CAIXA DE DYBBUK

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s