Alec Baldwin se pronuncia após matar acidentalmente diretora em set: “Choque e tristeza”

Alec Baldwin Rust

Ator não sabia que arma estava carregada com munição de verdade e atirou em Halyna Hutchins

Uma tragédia interrompeu as gravações do filme “Rust”, no sul de Santa Fé, no Novo México, Estados Unidos, na última quinta-feira (21). O ator Alec Baldwin, de 63 anos, manuseava uma arma cenográfica quando teria atirado acidentalmente na diretora de fotografia, Halyna Hutchins, 42, sem saber que o dispositivo estava carregado com munição de verdade. O diretor Joel Souza, 48, também acabou ferido.

Local da gravação no Rancho Bonanza Creek, em Santa Fé | Reprodução KOAT 7 News

A cinegrafista e jornalista ucraniana, que foi ferida no estômago, chegou a ser levada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, mas não resistiu aos ferimentos. Já Souza, sem maiores complicações, foi atendido em uma unidade médica e foi liberado logo em seguida.

Ainda não se sabe ao certo o que aconteceu, mas informações preliminares dão conta de que eles estavam em cena e que Baldwin, de fato, não tinha conhecimento sobre os projéteis na arma, chamada de “prop gun” — geralmente utilizada apenas com bala de festim, para simular o barulho do tiro, mas sem disparo.

Vale destacar que, em um cenário comum, quem prepara esse tipo de material não são os atores em si, mas a própria produção do filme, portanto, qualquer pré-julgamento é muito prematuro. Segundo Juan Rios, porta-voz do gabinete do xerife no Condado de Santa Fé, as circunstâncias do tiroteio estão sendo investigadas e, por ora não há pedidos de prisão ou acusação contra ninguém.

De acordo com o jornal local “Santa Fe New Mexican”, o ator, que se apresentou voluntariamente na delegacia, foi visto muito abalado e às lágrimas enquanto falava ao telefone, após seu depoimento.

Além de ter apagado uma foto no Instagram, em que aparecia ensanguentado e caracterizado como seu personagem, publicada pouco antes do acidente. Nessa sexta-feira (22), através de sua conta no Twitter o ator veio à público para reiterar sua tristeza com o ocorrido e ressaltou estar ajudando as autoridades em tudo o que pode.

“Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e nossa, profundamente admirada, colega. Estou cooperando totalmente com a investigação policial para resolver como essa tragédia ocorreu e em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna”, disse ele.

Antes disso, os internautas chegaram a resgatar um post de 2017, em que, por uma ironia do destino, o ator compartilhou uma notícia muito parecida com a tragédia em que se envolveu, quando um policial havia atirado em uma jovem. “Eu me pergunto como deve ser a sensação de que você matou alguém por engano”, havia dito na época. O tweet, como já era de se esperar, rapidamente viralizou, o artista, no entanto, não comentou sobre.

Escrito e dirigido por Joel, “Rust” conta a história de um garoto de 13 anos que é procurando depois de assassinar acidentalmente um fazendeiro, Baldwin interpreta o avô barra pesada do garoto que viaja ao Kansas para livrá-lo da forca, e dá nome ao longa, um faroeste do século 19. Com nomes como Frances Fisher, Jensen Ackles e Travis Fimmel, no elenco, as gravações haviam sido iniciadas em outubro e agora estão suspensas por tempo indeterminado.

OUTROS CASOS

O acidente relembra outro caso emblemático que matou o filho do ator Bruce Lee durante as gravações de “O Corvo”, em 1993, após disparo de uma arma de fogo carregada incorretamente.

Brandon Lee morto no set de filmagem de O
Brandon Lee em cena de “O Corvo”, em 1993, rapaz estava no auge da carreira. | Divulgação

Brandon Lee, na época com 28 anos, estava no set em uma cena com Michael Masse e deveria levar um tiro de festim, mas devido a um erro da produção, que não checou a arma — que estava com restos de um projétil de verdade, quando ela foi disparada, acertou em cheio o abdômen do rapaz.

O pior é que na hora ninguém percebeu o que havia ocorrido e todos continuaram gravando, foi só quando o ator não levantou que a equipe estranhou e o socorreu, levando às pressas para o hospital. Ele faleceu cerca de 12 horas depois.

O longa, que estava a oito dias do fim das filmagens, chegou a pausar em um primeiro momento, mas retomou com um dublê do ator, que foi homenageado no lançamento. Pesado, né?

Na madrugada dessa sexta (22), após ficar sabendo sobre um novo caso como o de seu irmão, Shannon Lee, fez questão de prestar condolências às vítimas e fazer um protesto: “Nossos corações estão com a família da Halyna Hutchins e do Joel Souza, e todos os envolvidos no incidente em ‘Rust’. Ninguém deveria ser morto por uma arma em um set de filmagem. Ponto”, disse ela na postagem.

  • alec baldwin no jonal local the santa fe news mexican rust

Publicado por

Jornalista, filósofa de travesseiro e escritora de meia tigela. E, pra piorar, ainda é canceriana, pensa no drama! Nas horas livres reclama da vida, fala de reality e escreve umas bobagens

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s